Ações do Adm. Paulo Durand no CFA fortalecem a Administração

Ações do Adm. Paulo Durand no CFA fortalecem a Administração

O Adm. Paulo Durand tem defendido, na condição de Conselheiro Federal por Rondônia, ações no âmbito do Conselho Federal de Administração, objetivando fortalecer a Administração e consolidar projetos que são desenvolvidos em todo o estado pelo Conselho Regional de Administração. Ele recentemente apresentou proposta visando à criação do Fórum Nacional de Administração Pública, objetivando mostrar a importância do Administrador no contexto do serviço público, incluindo a realização de palestras em todo o país sobre Governança Pública.

O Adm. Durand entende que hoje falta reconhecimento por parte das Autoridades Constituídas em inserir nos cargos públicos os profissionais de administração, que são prerrogativas do administrador contidas na Lei 4769/65, e, por conta disso, pretende continuar na luta pela abertura de vagas para o Administrador no serviço público. “Cargos de gestor no serviço público devem ser ocupados por profissionais Administradores”, salienta o Conselheiro Federal.

Em Rondônia, o Adm. Paulo Durand propôs ao Conselho Regional de Administração atuar junto ao CDL (Clube de Diretores Lojistas) para que sejam desenvolvidas atividades com o objetivo de mostrar a importância da iniciativa privada como impulsionadora da gestão exercida por profissionais Administradores. Ele sugere a criação de Câmaras de Projetos Especiais e de Gestão Pública como proposta para premiar, com troféus, as empresas, as IES e prefeituras que se destacam no item empregabilidade de profissionais Administradores em funções de gestores, bem como os profissionais que se destacarem no mercado.

No CFA, o Adm. Durand tem atuado no sentido de que a apuração das contas sirva como exemplo de organização, defendendo a lisura e a transparência. Ele apresentou a proposta para reduzir os valores das diárias em todos regionais (dentro do estado), limitando-se ate 70% do valor da diária nacional, sendo aprovado por unanimidade. Propôs que fosse ampliado de 4 para 7 o número de reuniões plenárias anuais, por conta do volume de trabalhos que precisavam ser debatidos, e informou que pretende colocar em pauta a realização de plenárias mensais no CFA, objetivando proporcionar debates com mais qualidade e melhor avaliação dos temas tratados. No âmbito do Proder, o Conselheiro Federal tem trabalhado no sentido de viabilizar recursos do CFA, incentivando a elaboração de projetos que beneficiem o CRA-RO como parceiro.

Trajetória

O primeiro registro como Administrador foi emitido pelo CRA-RJ, em janeiro de 1984. No mesmo ano veio para Rondônia onde foi registrado no CRA-RO. Em 1985 foi nomeado primeiro subdelegado regional no Estado pelo então Delegado Adm. Raimundo Leandro. Em 1987 esteve presente à palestra ministrada por Adm. Belmiro Siqueira (hoje patrono da Administração) no auditório do Tribunal de Contas do Estado e começou a ajudar a então Delegacia de Administração em Rondônia com a estrutura física e administrativa. Em 2004 começou a participar como Conselheiro Regional. Em 2007 presidiu a Comissão de Tomada de Contas do Conselho Regional de Administração, e em 2008, atuou como Diretor Administrativo e Financeiro. Em 2008 foi eleito Conselheiro Federal (está em seu segundo mandato). Em 2009/2010 trabalhou para a criação do CRA-AC como articulador junto ao CFA. A criação do Conselho no Acre fez parte de seus projetos no primeiro mandato porque entendia que o Acre deveria ter o seu Conselho em prol da categoria dos Administradores.

ASCOM/CRA

Fechar Menu